Pryor na Mídia
linkedin facebook instagram youtube

Insights

Flutuações cambiais: como se proteger?

As oscilações diárias nas taxas de câmbio têm um papel importante no desempenho dos seus investimentos, exercendo um impacto direto sobre a valorização da sua carteira. Quando a moeda local enfraquece em relação à moeda de compra, a carteira perde valor, e vice-versa. Diante desse cenário, surge a questão de como resguardar seus investimentos no mercado de ações contra os riscos cambiais, permitindo que você continue a investir sem ser excessivamente afetado pelas flutuações cambiais.

Imagem 1 com logo

Vejamos a seguir algumas dicas.

1) Diversificação de mercados

A diversificação para novos mercados pode proporcionar vantagens consideráveis às empresas, abrindo portas para oportunidades de crescimento, reduzindo a dependência de um único mercado e permitindo a adaptação a condições econômicas variáveis. Ao explorar diferentes regiões, as empresas podem aproveitar vantagens competitivas locais, diversificando seus produtos ou serviços para atender às necessidades específicas de cada mercado.

2) Hedge Cambial

Este é o instrumento mais simples e mais frequentemente utilizado para gerenciar os riscos cambiais. Ao fixar antecipadamente a taxa de câmbio que será utilizada para converter a moeda, a prática de hedge elimina assim 100% dos riscos associados às flutuações do mercado. Essencialmente, essa estratégia proporciona uma segurança sólida ao estabelecer, com antecedência, o valor exato da moeda a ser trocada, garantindo previsibilidade nas transações e protegendo a empresa contra variações desfavoráveis nas taxas de câmbio.

Existem três principais instrumentos para proteção cambial: Trava de câmbio (câmbio futuro), Termo de moedas (NDF) e Opção de câmbio. A trava de câmbio é similar a uma operação padrão, com liquidação entre dois dias úteis e um ano, requerendo documentação até a liquidação. O Termo de moedas é um derivativo com precificação similar à trava de câmbio, mas dispensa documentos de câmbio e pode ser usado para liquidações superiores a um ano. Já a Opção de câmbio envolve a compra de uma call de dólares, proporcionando à empresa o direito de adquirir dólares no vencimento por um valor predefinido.

Essas ferramentas oferecem opções flexíveis para proteger-se contra flutuações cambiais, adaptando-se às necessidades específicas de cada empresa.

3) Investir em moedas fortes

Investir em moedas fortes é uma estratégia eficaz para minimizar os riscos cambiais. Ao direcionar os investimentos para ativos denominados em moedas consideradas mais estáveis, como aquelas com histórico de estabilidade monetária, é possível reduzir significativamente a exposição a flutuações indesejadas nas taxas de câmbio. Essa abordagem oferece uma camada adicional de segurança financeira, uma vez que países com histórico de estabilidade econômica tendem a proporcionar um ambiente mais previsível e menos suscetível a volatilidades.

Na Pryor Global, oferecemos consultoria e gestão de câmbio para que as empresas possam fazer operações de compra, venda e transferências internacionais em um ambiente seguro e de forma vantajosa. Fale com um de nossos especialistas agora mesmo!

Compartilhe essa postagem

Posts recentes

Categorias

Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Pryor Global se preocupa com o uso de seus dados pessoais. Solicitamos apenas os dados necessários para podermos retornar seu contato. Estes dados serão devidamente protegidos. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade".




pt_BRPT_BR